Matheus Zandona Guimarães | Ensinando de Sião

Arquivo do autor

19.04.2017 . Por Matheus Zandona Guimarães

Restauração Já!!!

No último dia 14 de abril de 2017, o Ministério Ensinando de Sião teve o […]

18.04.2017 . Por Matheus Zandona Guimarães

Um estado palestino? Qual o posicionamento de Israel?

 Por Daniel Juster Alguns dos meus amigos acham a política de Israel muito confusa. O […]

15.04.2017 . Por Matheus Zandona Guimarães

O Verdadeiro Sentido da Páscoa (Pêssach)

Páscoa é a festa que marca o início do calendário bíblico de Israel e delimita as datas de todas as outras festas na Bíblia. Páscoa (Pêssarr, em hebraico) significa literalmente “passagem” (pois o Senhor “passou” sobre as casas dos filhos de Israel, poupando-os. Ex 12:27). É uma FESTA instituída por D-us como um memorial para que os filhos de Israel jamais se esquecessem que foram escravos no Egito, e que o próprio D-us os libertou com mão poderosa, trazendo juízo sobre os deuses do Egito e sobre Faraó. (Ex 12).

6.03.2017 . Por Matheus Zandona Guimarães

A Festa de Purim e o Livro de Ester

O livro de Ester tem representado uma grande incógnita para muitos teólogos cristãos e estudiosos judeus há vários séculos. A principal razão para tal caracterização se dá pelo fato de não se ter mencionado no livro de Ester o nome de D-us; ou seja, o tetragrama não é mencionado sequer uma única vez ao longo do enredo descrito. Mas, porque os sábios e escribas judeus optaram por incluir o livro de Ester entre os escritos sagrados, aceitando sua história como verídica? Quais foram os critérios utilizados para se aceitar o livro de Ester como sendo “divinamente” inspirado?

2.02.2017 . Por Matheus Zandona Guimarães

UMA Torá… MUITOS Povos!

Shalom!   Vejam, vou ser bem direto e honesto com vocês: o que vocês acham […]

29.11.2016 . Por Matheus Zandona Guimarães

Even ha Ezer – Os 20 anos do Ministério Ensinando de Sião

Even Há Ezer – Até aqui nos ajudou o Eterno! Os 20 anos do Ministério […]

12.10.2016 . Por Matheus Zandona Guimarães

Zman Simchatenu – Tempo da Nossa Alegria!

A festa de Sucôt (Tabernáculos ou Tendas) é a maior das festas bíblicas. Ela é a única festa que é chamada de “A Festa” (Lv 23:39) e com certeza é a festa bíblica com maior significado profético. Durante as bênçãos de Sucot, declaramos: “Zman Simchatenu” – Tempo da nossa alegria! Vejamos o mandamento divino para Israel:

31.08.2016 . Por Matheus Zandona Guimarães

A Festa de Rosh Ha Shaná

A celebração de Rosh há Shaná (literalmente: “cabeça ou primeiro do Ano”), marca o início do ano judaico e é celebrado no primeiro dia do mês de Tishrei. Na verdade, os rabinos dizem que Rosh Há Shaná é o aniversário da criação, e que estaríamos completando 5776 anos de existência do ser humano. Todos sabem que no calendário bíblico o ano novo começa com o 1° mês, o mês atual de Nissan (geralmente em março/abril), com a festa da Páscoa como marco. Mas após o exílio na Babilônia, a contagem dos meses sofre alteração cronológica e nominal, e o primeiro mês passa a ser o sétimo (Tishrei). O dia da Trombeta, ou Yom Teruá, é celebrado no 1° dia do 7° mês, com grande convocação e toque do shofar (Lv 23:24-25).

29.07.2016 . Por Matheus Zandona Guimarães

Tishá be Av – Lamento e Arrependimento

Tishá be Áv (dia 9 do mês de Av) é o segundo jejum mais importante do calendário judaico. Neste dia, jejuamos e lamentamos por vários eventos que trouxeram calamidade para o nosso povo, que por coincidência ou não, ocorreram todos no mesmo dia, no 9° dia de Av. Geralmente este dia cai no início do mês de AGOSTO, no calendário gregoriano. Vemos em algumas referências da Tanách (como Zc 7:3), que neste dia já era costume o jejum e o lamento. Também o Talmud (Taanit 29a) e a Mishná (Taanit 4:6), fazem referência ao Tishá be Áv. Lamentamos e nos lembramos dos seguintes eventos que ocorreram neste dia:

21.06.2016 . Por Matheus Zandona Guimarães

Onde está a Arca da Aliança?

Por Matheus Z. Guimarães   Um dos maiores desejos de arqueólogos de várias partes do […]