Artigos e estudos | Ensinando de Sião - Part 2

Artigos e estudos

30.03.2016 . Por Matheus Zandona Guimarães

O Verdadeiro Sentido da Páscoa (Pêssach)

Páscoa é a festa que marca o início do calendário bíblico de Israel e delimita as datas de todas as outras festas na Bíblia. Páscoa (Pêssarr, em hebraico) significa literalmente “passagem” (pois o Senhor “passou” sobre as casas dos filhos de Israel, poupando-os. Ex 12:27). É uma FESTA instituída por D-us como um memorial para que os filhos de Israel jamais se esquecessem que foram escravos no Egito, e que o próprio D-us os libertou com mão poderosa, trazendo juízo sobre os deuses do Egito e sobre Faraó. (Ex 12).

6.03.2016 . Por Matheus Zandona Guimarães

A Festa de Purim e o Livro de Ester

O livro de Ester tem representado uma grande incógnita para muitos teólogos cristãos e estudiosos judeus há vários séculos. A principal razão para tal caracterização se dá pelo fato de não se ter mencionado no livro de Ester o nome de D-us; ou seja, o tetragrama não é mencionado sequer uma única vez ao longo do enredo descrito. Mas, porque os sábios e escribas judeus optaram por incluir o livro de Ester entre os escritos sagrados, aceitando sua história como verídica? Quais foram os critérios utilizados para se aceitar o livro de Ester como sendo “divinamente” inspirado?

26.12.2015 . Por Marcelo M. Guimarães

Declaração dos Rabinos Ortodoxos abre novas perspectivas para o Judaísmo Messiânico

Após quase dois milênios de hostilidade e inimizade entre o Cristianismo e o Judaísmo, a presente declaração mudará de fato a história entre a Igreja e Israel e Israel e a Igreja Cristã. Evidentemente, isto também mudara o prisma sob o qual os judeus têm visto o judaísmo messiânico, pois o mesmo tem trabalhado como se fosse uma ponte, um elo entre as duas religiões monoteístas tem que a mesma Escritura judaica como seu livro de vida, fé e prática, visando o que mais importante, a Redenção do Mundo e a volta (vinda) de Yeshua, o Messias de Israel. Com certeza, estamos nos aproximando desta copiosa Redenção que virá em breve sobre todos os moradores da terra.

22.12.2015 . Por Marcelo M. Guimarães

A Verdade sobre o Natal

As comemorações natalinas acontecem e julgo oportuno compartilhar deste tema com todos do Corpo do Messias.

Inicialmente gostaria de afirmar bem claro que não tenho a menor intenção em agredir suas tradições e seus costumes quanto à comemoração do natal, quer pelos católicos, protestantes, evangélicos, espíritas e por qualquer outra forma mesmo que ela não esteja filiada a uma religião denominada cristã. Mesmo nos países orientais de religião predominantemente budista muitos celebram a festa de natal.

Portanto, o objetivo de minha mensagem é esclarecer os fatos históricos, confrontar tradições e costumes com os ensinamentos bíblicos e deixar que cada leitor tire suas próprias conclusões, sem com isto, querer impor à ninguém aceitar meu ponto de vista.

13.12.2015 . Por Marcelo M. Guimarães

Usaria D’us o DNA pra trazer seus filhos de volta a Sião?

O profeta Jeremias diz: “Voltai, ó filhos pérfidos, diz o Senhor; porque eu sou como esposo para vós; e vos tomarei, a um de uma cidade, e a dois de uma família; e vos levarei a Sião…” ( Jer 3:14).
Já o profeta Ezequiel diz: “Pois, vos tirarei dentre as nações, e vos congregarei de todos os países, e vos trarei para a vossa terra (…) e deles farei uma nação na terra, nos montes de Israel, e um rei (Yeshua) será rei de todos eles(…). Assim eles serão o meu povo, e seu serei o seu D’us. ( Ez 36:24;37:22 e 23).
O Rei Davi diz: “Sim, de Sião se dirá: Este e aquele nasceram ali; o próprio Altíssimo a estabelecerá. O Senhor, ao registrar os povos, dirá: Este nasceu ali!”( Sl 87:5 e 6)

1.10.2015 . Por Matheus Zandona Guimarães

Que tal celebrar Tabernáculos em Israel? Uma reflexão.

É sempre bom ver as ruas de Jerusalém repletas de turistas e grupos que expressam seu apoio ao Estado de Israel e ao povo judeu durante a Festa de Sucôt (Tabernáculos). Em dias de grande antissemitismo (ou “antissionismo”, como dizem agora), todo apoio político, social e principalmente econômico é mais do que bem-vindo em Israel! Expresso aqui minha gratidão à organizações que se denominam Amigas de Israel e que demonstram tal posicionamento visitando e ajudando Israel e seu povo nesta época festiva.

23.09.2015 . Por Matheus Zandona Guimarães

A Visão de Gabriel e a Ressurreição do Messias

Em agosto de 2008, as instalações da Hebrew University of Jerusalem foram palco de um certo alvoroço. O motivo de tanta agitação foi um pequeno pedaço de pedra com um intrigante texto em hebraico chamado de “Visão de Gabriel”.

O alarde teve início depois que o professor Israel Knohl, do Departamento de Estudos Bíblicos da Universidade, propôs uma nova tradução para o enigmático texto, até então impossível de ser completamente traduzido. De acordo com esta interpretação, a palavra “Chayah” ou “viverá”, que aparece nos escritos da pedra é uma forma antiga da palavra “Viva!”, e mostra que o anjo Gabriel ressuscitou um líder messiânico de nome “Príncipe dos Príncipes” (Sar há Sarim), três dias após a sua morte.

21.09.2015 . Por Marcelo M. Guimarães

Direitos e justiça

A Suprema Corte dos Estados Unidos estabeleceu o direito do casamento homossexual [..]

17.09.2015 . Por Marcelo M. Guimarães

Yom Kipur (Dia do perdão)

Nesta época (início do outono – Israel ou primavera – Brasil), os judeus do mundo comemoram a seqüência de festas típicas da estação de outono: o Rosh Hashaná (também conhecido como festa das trombetas), os 10 dias de Arrependimento (cujo último dia é conhecido como Yom Kipur, o dia do Perdão) e a Festa dos Tabernáculos ou festa da colheita (Sucôt).

30.08.2015 . Por Matheus Zandona Guimarães

O Terceiro Templo

A questão sobre a construção de um terceiro Templo em Jerusalém está sempre presente em círculos teológicos cristãos e judaicos. Alguns creem que, pelo fato do Novo Testamento afirmar que nossos corpos são “templo do Espírito Santo” (I Co 6:19), não há necessidade de se reconstruir um templo físico em Israel.

Mas, da mesma forma que os seres humanos possuem um corpo, uma alma e um espírito, Deus não só se manifesta no meio espiritual, mas também no físico. O apóstolo Paulo fala a respeito desse mistério: “Semeia-se corpo natural, ressuscita corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual”. (I Co 15:44)